Os cinco piores lutadores da história do MMA.

O nobre esporte que visa unir diversas artes marciais, o famigerado MMA (Mixed Martial Arts), tem nos agraciado com alguns dos melhores lutadores jamais vistos. Mas é claro que a proposta de unir lutadores de diversas artes marciais diferentes pode atrair alguns lutadores, digamos assim, um pouco mais desprovidos de técnica ou talento. Conheça agora alguns desses  anti-heróis do esporte híbrido:

5 – Art Jimmerson – o cara que lutava com uma luva só.

Convenhamos que o primeiro UFC era praticamente um Street Fighter, com lutadores sem proteção ou qualquer tipo de regra, mas tinha gente que conseguia se superar na tosqueira, como o boxeador norte-americano Art Jimmerson. Com uma carreira de relativo sucesso após disputar em várias categorias de peso diferentes, Jimmerson foi convidado para disputar o primeiro UFC. Com a sua visão de vanguarda, ele previu que teria que lutar tanto em pé com trocações quanto no chão. O problema foi a estratégia que ele adotou: Utilizar a luva de boxe em uma mão apenas. Graças a sua genialidade, ele virou um alvo fácil para Royce Gracie que o finalizou.

Havia um boato correndo aí de que haveria uma revanche entre ele e Gracie no UFC RIO, mas felizmente Jimmerson recusou.

4 – Akebono Tarô – Da glória do sumô ao ridículo no Pride.

O havaiano Chad Haaheo Rowan foi o primeiro estrangeiro a atingir o status de Yokozuna, o grau máximo que um lutador de sumô pode atingir. Para nós ocidentais o sumô pode parecer estranho e um tanto quanto cômico, mas no Japão o esporte tem uma conotação quase divina, especialmente para os mais velhos. Um Yokozuna é quase um santo dentro das tradições japonesas e tem uma vida de riqueza e luxo. Akebono foi responsável por elevar o ibope do sumô nos anos 90 (bastante decadente entre os jovens) e poderia muito bem ter se aposentado como um dos maiores lutadores de todos os tempos no esporte. Mas infelizmente ele decidiu se aventurar no Wrestling, no K-1 e no Pride, onde tornou-se um dos maiores sacos de pancada da história do esporte, apanhando inclusive do terceiro lugar da nossa lista, o Giant Silva:

x15pwv_giant-silva-vs-akebono_sport

3 – Giant Silva – Grande, feio e ruim.

Um brasileiro em nossa lista! O paulista Paulo César da Silva era jogador de basquete aqui no Brasil. Durante os anos 90, ele foi convidado a tornar-se lutador de Wrestling e acabou assinando contrato com a WWF para ser um dos “vilões” da atração e posteriormente no Japan Pro Wrestling para seguir o mesmo papel. Em meados dos anos 2000 ele assina com o Pride para… seguir com o mesmo papel.  O pobre Giant Silva  não sabe de fato lutar, tem uma movimentação sofrida de ringue e uma velocidade lastimável, por isso acaba seguindo o papel de vilão gigante e feio contra lutadores japoneses que fazem o papel de heróis contra ele.

E ele não era o único. O Pride colocou ainda Zuluzinho, Emmanuel Yarbrough entre outros para servirem o mesmo papel, numa atitude mais circense que esportiva.

2- Kenneth Allen –  O maior cartel de derrotas. 

Você provavelmente nunca ouviu falar neste cara, mas ele possui o pior cartel de lutas no MMA: Em 33 lutas, este indivíduo tem 1 vitória e 32 derrotas. Sua única vitória foi em 2006 contra um tal de Cory Simpson (que deve ser zoado até hoje) e muito provavelmente ele deve ter deixado muito rico algum apostador corajoso no dia. Mas quem pode ser pior que o cara das 32 derrotas?

1- Shannon “Cannonball” Ritch – Os piores recordes do MMA em um único lutador.

Ok, Shannon não tem um cartel tão negativo quanto o nosso segundo lugar, mas isso é só porque ele lutou mais. Em 133 lutas profissionais, ele tem 45 vitórias e 88 derrotas! Isso significa que:

  • Ele tem o maior número de derrotas da história do esporte.
  • Ele tem o recorde do maior número de derrotas por nocaute técnico (18).
  • O maior número de derrotas por submissão (53).
  • O segundo maior número de derrotas por nocaute.
Fora o fato de ter disputado um campeonato de Jiu Jitsu sem ter faixa preta, e ter perdido para um amador:

E ele ainda dá aulas de BJJ, você pagaria para fazer uma aula com ele?

Gustavo Silva tem 99 derrotas no Cartel do MMA, mas bate nesses caras tudo!