Classic Fighters – Evander Holyfield.

Evander Holyfield.

Conhecido pela grande técnica, por participar de lutas históricas e por possuir um queixo de aço. Esse é Holyfield, o pugilista de 49 anos considerado um dos maiores pugilistas de todos os tempos nas duas categorias que lutou (cruzadores e pesados).

Holyfield é um pugilista que praticamente todo bom fã de boxe gosta, por colecionar exibições de gala, como nas lutas que enfrentou Muhammad Qawi, Michael Dokes e Mike Tyson e por ter participado de algumas das lutas mais emocionantes do boxe, como a luta contra Bert Cooper e as três contra Riddick Bowe. Essas grandes lutas só aconteceram porquê ao contrário de muitos pugilistas, Holyfield nunca evitou os combates contra os melhores de sua geração. Após enfrentar Mike Tyson, Lennox Lewis, George Foreman, Larry Holmes, Ray Mercer, Michael Moorer, James Toney, Chris Byrd e Nikolay Valuev, tem sempre seu nome lembrado entre os pugilistas que mais enfrentaram “pedreiras” na história do boxe.

Dono de uma técnica apurada e um preparo físico invejável, “The Real Deal” em seus bons tempos conseguia fazer de tudo nos ringues. Era capaz de boxear como fez contra Riddick Bowe na segunda vez em que lutaram, de partir para a luta franca como na luta contra Bert Cooper, travar uma luta no clinch, minando seu adversário aos poucos como fez contra Mike Tyson e suportar golpes duros como na primeira luta contra Riddick Bowe, especialmente no histórico décimo round.

Nos últimos anos, a lenda do boxe não se encontra em uma situação condizente com seu nome. Aos 49 anos e totalmente fora de sua melhor forma ,ainda luta para sobreviver, já que não administrou bem as dezenas de milhões que ganhou durante a carreira e por gastar uma fortuna com pensões.

Ainda assim, Holyfield é sempre lembrado como um pugilista que ganhando ou perdendo, sempre garantiu um espetáculo aos fãs e que sempre que saiu derrotado foi com sua tradicional garra, tentando a vitória até o fim.

Cartel: 44 vitórias, 10 derrotas e 2 empates.

Artigo de Lucas “Jacó” Jacovini.