Tyson e Holyfield: relembrando a mordida histórica 15 anos depois.

Quem não se lembra da luta histórica que Mike Tyson mordeu duas vezes uma das orelhas de Evander Holyfield? Hoje a luta mundialmente famosa e considerada a luta do século por alguns fãs completa 15 anos.

Após a vitória de Holyfield na primeira luta em 1996, Tyson imediatamente pediu a revanche que foi marcada para sete meses após a primeira luta e de novo se enfrentariam em Las Vegas. A luta foi imensamente aguardada pelos fãs.

O clima da luta era tenso, Tyson foi recebido pela platéia que lotava a arena com vaias e aplausos, ao contrário de Holyfield, que foi ovacionado por todo o público. Quando os dois pugilistas já se encotravam no ringue e foram para seu centro para receber as instruções do juiz Mills Lane e para a famosa “encarada”, o ambiente ficou ainda mais tenso. Tyson e Holyfield ficaram olhando fixamente um para o outro, e os dois ostentavam semblantes sérios.

A luta começou e já no primeiro round ficaram nítidas as estratégias de cada um. Mike Tyson com seu tradicional estilo agressivo, enquanto Holyfield optou pela estratégia que o fez vencer a primeira luta, travou a luta no clinch, para nao deixar Tyson “gostar” da luta. O primeiro round foi apertado, mas Holyfield claramente acertou os melhores golpes e merecia a vitória parcial.

No segundo round, ocorreu um fato que foi decisivo para a sequência do combate, Tyson que desde a primeira luta reclamava de cabeçadas que recebia de Holyfield, reclamou com Mills Lane por conta de mais uma cabeçada que tinha acabado de receber e que provocou um corte perto do seu olho direito. Mills Lane parou o combate, mas rapidamente os dois voltaram para a luta. Pouco depois, foi a vez de Holyfield reclamar com Lane, dizendo que Tyson tinha puxado ilegalmente seu braço esquerdo…a luta ficava cada vez mais nervosa. Mills Lane novamente parou a luta e conversou com os dois. O round seguiu estudado e muito apertado, dessa vez sem algum vencedor claro.

Mesmo com um “catimbado” e polêmico segundo round, foi no terceiro que a luta esquentou de vez. Mike Tyson voltou mais ativo, disposto à mostrar ao seu rival, que não havia sentido o corte, mas Tyson imprevisível como sempre, mesmo vencendo o round e começando a equilibrar a luta, perdeu a paciência e nervoso com as cabeçadas de Holyfield, mordeu sua orelha faltando 40 segundos para o término do round. Holyfield ficou revoltado e enquanto caminhava em direção ao seu corner, foi empurrado por Tyson e Mills Lane novamente teve que interromper a luta. Dessa vez, o combate não ficou parado por alguns segundos como ficou anteriormente, mas alguns minutos para Holyfield receber atendimento médico, enquanto isso, Lane anunciou a decisão de tirar dois pontos de Mike Tyson. Quando a luta voltou, Tyson novamente partiu para cima de Holyfield e na primeira oportunidade que teve, mordeu novamente sua orelha. Holyfield ficou revoltado e também partiu para a luta franca com Tyson, que ainda lhe disse “come on!”, também fazendo um gesto com as mãos para Holyfield. A platéia foi ao delírio, mas o round estava em seus segundos finais. Ao fim do round, Holyfield novamente caminhou revoltado para seu corner, enquanto o vídeo da mordida de Tyson aparecia no telão da arena e recebia vaias de todo o público presente.

Milss Lane, que se viu em uma complicada situação, decidiu desclassificar Tyson e dar a vitória para Holyfield. Mike Tyson não aceitou a decisão e revoltado continuou querendo brigar com Holyfield e teve que ser parado até pela polícia presente no local. O público dava apoio e gritava o nome de Holyfield, que deixou o ringue pouco depois da confusão.

Dias depois da luta, Tyson pediu desculpas para Holyfield e recebeu uma suspensão da comissão de boxe e só voltou aos ringues em 1999, quando venceu Francois Botha.

Em 2009, Tyson foi ao programa da famosa apresentadora Oprah Winfrey e reconheceu que só pediu desculpas para Holyfield porque sua equipe lhe pediu bastante e que gostaria de pedir desculpas novamente ao seu rival, pois na época não foi um pedido verdadeiro. Poucos dias depois, Oprah novamente recebeu Tyson em seu programa e também convidou Holyfield. Os dois fizeram as pazes e Holyfield afirmou que jamais deixou de respeitar Tyson, pois foi o atleta:

 Holyfield e Tyson antes da fama, ainda best friends forever. E hoje em dia, reatando:

Mesmo com o bom relacionamento que tem hoje em dia, Mike Tyson e Evander Holyfield tem uma das rivalidades mais famosas da história do boxe, ao lado de Sugar Ray Robinson com Jake Lamotta e Joe Frazier com Muhammad Ali.

Jacó já teve sua orelha mordida no culégio.